Home » Atualidades » Como escolhem o sucessor do Papa?

Como escolhem o sucessor do Papa?


Saiba aqui como escolhem o sucessor do Papa.

Na última segunda-feira (11), o Papa Bento XVI anunciou, pessoalmente, a sua renúncia ao pontificado, durante um discurso na reunião de Cardeais para a canonização de três mártires. Segundo informações prestadas pelo Vaticano, a renúncia oficial será formalizada no dia 28 de fevereiro desse ano. A expectativa é de que até a Páscoa, o novo Papa seja escolhido e anunciado. Saiba já em nosso site como acontece o processo de escolha do sucessor do Papa.

Como escolhem o sucessor do Papa?

O novo Papa será escolhido pelo conclave de cardeais, como sempre acontece, e a expectativa é de que ele seja apresentado até a Páscoa.

fotos de bento xvi

Após a renúncia ou morte de um Papa, os assuntos da igreja católica ficam sob a responsabilidade do Cardeal Decano, ou Camerlengo. É este cardeal que convoca o conclave, que significa “local para reuniões secretas” e reúne todos os cardeais da Igreja Católica, no Vaticano. Todos ficam isolados em celas particulares e se reúnem na Capela Sistina duas vezes por dia para votar.

Para que o sucessor de Bento XVI seja eleito, é necessário que sejam somados pelo menos dois terços dos votos dos cardeais presentes no Conclave, que será convocado a partir de 28 de fevereiro, assim que for oficializada a renúncia do atual pontífice, como prevê a constituição apostólica Universi Dominici Gregis.

Já nesse primeiro dia poderá acontecer a primeira votação.

Caso o Papa não seja eleito, nos seguintes dias ocorrerão duas votações de manhã e outras duas à tarde.

Segundo o regulamento, após três dias de escrutínios sem resultados positivos as votações são suspensas durante um dia para uma pausa de oração e colóquio entre os eleitores.

Após esse dia de pausa para oração e colóquio, os cardeais voltam a celebrar outros sete escrutínios, e se seguirem sem escolher um papa haverá outro intervalo, para mais sete escrutínios em seguida.

Ainda, não havendo definição, uma nova pausa é realizada e, de novo, outras sete votações.

Bento XVI alterou o regulamento há alguns anos atrás, estabelecendo que o novo Papa só poderá ser eleito com dois terços dos votos em todos os eventuais escrutínios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

var _gaq = _gaq || []; _gaq.push(['_setAccount', 'UA-20014737-1']); _gaq.push(['_trackPageview']); (function() { var ga = document.createElement('script'); ga.type = 'text/javascript'; ga.async = true; ga.src = ('https:' == document.location.protocol ? 'https://ssl' : 'http://www') + '.google-analytics.com/ga.js'; var s = document.getElementsByTagName('script')[0]; s.parentNode.insertBefore(ga, s); })();