Home » Beleza e Saúde » Comportamento » Como decidir quando morar junto

Como decidir quando morar junto




Saiba como decidir quando morar junto.

Muitos casais, após algum tempo de namoro, planejam morar juntos. Dividir o mesmo teto garante que estejam sempre próximos, com tempo um para o outro em meio à rotina, que se conheçam ainda melhor, que aumentem a intimidade e compartilhem uma vida juntos.

Este também pode ser um “atalho” para os namorados que não desejam assinar papéis ou subir no altar.

Morar na mesma casa que o companheiro possui muitos pontos positivos, mas este é um passo muito importante na vida de um casal, por isso a decisão precisa ser bem avaliada para que a lua de mel não acabe antes da hora.

Veja a seguir algumas dicas para casais que estão pensando em morar juntos saberem se realmente chegou a hora:





Leia também: Como conquistar um homem

Como decidir quando morar junto – Dicas para casais

Como saber a hora de morar juntos. (Foto: Divulgação).

Antes de tomar a decisão de morar junto com o namorado, alguns pontos devem ser bem pensados. Um deles é confundir um pouco as coisas e optar por viver com o amado – ou amada – para não mais precisar dar satisfação aos pais. Neste caso, o amor não está em primeiro plano, e a melhor opção é morar sozinho.

Outra questão a se considerar é a de que morando sobre o mesmo teto você terá que dividir muitas coisas, e isso inclui até mesmo as mais simples como as gavetas do armário. A vida a dois exige muita compreensão, e alguém sempre tem que ceder.

Existem ainda algumas questões de ordem mais prática. Você precisa saber o que o parceiro pensa sobre morar junto: para ele é apenas ter a namorada por perto ou é como se casar? Como serão algumas atitudes e hábitos daqui pra frente? Ele continuará saindo com os amigos e voltando tarde da noite? Tudo depende também do que você espera ou de como está disposta a encarar a nova relação.

Se você de fato busca algo mais sério, proponha uma conversa franca. O fato de não estarem casados de papel passado diminui a responsabilidade com o outro? Ele pretende ter filhos? Adquirir bens conjuntamente?

O fato é que não há relação duradoura se ambas as partes não acordarem sobre o que querem e esperam do outro e do futuro. Por fim, nenhum relacionamento funciona – seja morando junto ou não – sem uma boa dose de comprometimento com o outro e com o namoro/casamento.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*