Linfoma – O que é, como tratar

Saiba mais sobre Linfoma – O que é, como tratar. Linfoma é nome dado ao câncer do sistema linfático, responsável pelas defesas do corpo. Ele se origina devido a transformações sofridas pelos linfócitos, celular responsáveis pela proteção do organismo de agentes externos.

Os tumores podem aparecer em diversas partes do corpo, e seus sintomas, muito comuns também a outras doenças, faz com que, muitas vezes, o diagnóstico demore a ocorrer.

Apesar de grave, existem diversas maneiras de tratamento. Veja a seguir tudo o que você precisa saber sobre a doença:

Leia também:

O que é linfoma?

O linfoma é o câncer linfático, e ocorre devido a alterações celulares. Os linfócitos passam a crescer e se multiplicar descontroladamente, o que faz com que tais células fiquem acumuladas nos linfonodos (gânglios do sistema linfático), provocando o aumento exagerado de seu tamanho.

Os linfomas geralmente se iniciam com o aparecimento das chamadas ínguas – inchaços. É mais comum que se dêem na região do pescoço, atrás das orelhas, axilas, virilhas. No entanto, podem aparecer também em outras partes do corpo, como baço, medula óssea, estômago e fígado.

Linfoma. (Foto: DIvulgação).

Sintomas

Os sintomas são dor intensa no local do tumor, cansaço, fraqueza, febre e perda de peso. Muitas vezes os gânglios são confundidos com reações de infecções, e a ingestão de remédios antiinflamatórios pode diminuir temporariamente o tamanho dos mesmos.

Para o diagnóstico preciso, exames como ultrassonografia e ressonância magnética são necessários. Depois da detecção do gânglio, é preciso realizar uma biópsia do gânglio ou do órgão afetado.

Tratamento

O tratamento pode ocorrer de diferentes maneiras, por meio de quimioterapia, radioterapia ou com anticorpos monoclonais (coquetel de medicamentos que ataca apenas as células doentes, sem danos às sadias). Em alguns casos mais graves, nos quais a doença surge novamente, é necessário realizar um transplante de medula óssea.

Deixe um comentário