Home » Dicas » O que acontece se recusar a fazer o teste do bafômetro: veja

O que acontece se recusar a fazer o teste do bafômetro: veja




Fique atento sobre as novas regras. Entenda o que acontece se recusar a fazer o teste do bafômetro: veja.

Nos últimos tempos, as leis de trânsito em relação ao uso de bebidas alcoólicas e direção estão cada vez mais severas. As medidas visam diminuir o número de acidentes relacionados a esta má combinação de fatores.

Assim, com o intuito de prevenir motoristas embriagados pelas ruas, bafômetros começaram a ser usados com mais frequência. A iniciativa, além de inibir o uso de bebidas alcoólicas pelos motoristas, pode punir, de acordo com o caso, severamente quem estiver com a substância no corpo quando do momento da direção.





Assim sendo, busca-se uma conscientização cada vez mais efetiva neste sentido. O motorista deve, então, estar ciente das regras e punições nas quais está sujeito.

Segundo o G1, a pessoa pode até negar o uso do bafômetro, já que, segundo as leis do país, esta não é obrigada à produção de provas contra si mesma. No entanto, a negação pode acarretar ao motorista uma infração gravíssima, o que equivale a uma multa de R$ 957,70, e também à perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação.

Entenda mais sobre o uso do bafômetro e suas regras

Sim, devemos cada vez mais tomar consciência de que direção e álcool são elementos que não devem andar juntos. Esteja sempre a par dos riscos e das consequências deste tipo de ação.

De acordo com o portal, as informações do Denatran proferem que, se o motorista possuir a dosagem a partir de seis decigramas por litro de sangue, e se determinação do STJ tomar-se como jurisprudência, o motorista pode ser responsabilizado judicialmente. Este procedimento deve ser efetuado por meio do teste de bafômetro ou de um exame sanguíneo.

Em caso de constatação de embriaguês, o motorista deve ser conduzido a uma delegacia, podendo ser solto, de acordo com a situação, por meio de uma fiança determinada pelo delegado.

Conforme o portal, em caso de condenação, o motorista pode obter uma pena que pode variar de seis meses a três anos de cadeia.

Punições administrativas também podem ser aplicadas. Exemplos neste sentido são a perda do direito de dirigir por um ano ou a proibição de uma nova carteira de motorista.

Fique atento às boas informações e leve uma vida mais agradável

Pois é, quem está sempre esperto a informações relevantes tende a ter uma trajetória mais segura e prática.

E ficar a par deste tipo de informação é bastante fácil, já que diversos canais interessantes disponibilizam bons caminhos neste sentido.

Quer saber onde encontrar tais dados? Então não deixe de conferir as notícias do gênero contidas no espaço “Dicas”.

O que acontece se recusar a fazer o teste do bafômetro: veja
Avalie essa matéria!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*