Como funciona uma cirurgia de varizes

As varizes ocorrem nos membros inferiores em veias que passam a não funcionar da maneira correta, as chamadas veias varicosas. Tais veias fazem com que o sangue circule no sentido contrário ao normal, tornando-se aparentes e de cor escura, podendo trazer ainda dores nas pernas e má circulação sanguínea. A cirurgia retira essas veias varicosas, fazendo com que o sangue circule por outras veias.

Cirurgia e pós-operatório

Com a evolução da medicina, o procedimento cirúrgico para a retirada de varizes é bastante simples e seguro. O risco da cirurgia é considerado praticamente zero, desde que o procedimento seja feito em um ambiente hospitalar adequado e com um médico especialista de confiança. Durante a cirurgia aparelhos computadorizados monitoram os sinais vitais do paciente, garantindo total segurança.

Para a realização da cirurgia de varizes pode ser necessário o uso de anestesia. No entanto, se a cirurgia for simples utiliza-se apenas uma sedação ou anestesia local. Para cirurgias de grande porte, podem ser utilizadas anestesias peridural ou raquianestesia, que tiram a sensibilidade do paciente da cintura para baixo. Porém estas são aplicadas após sedação, para que o paciente não sinta qualquer dor.

A cirurgia utiliza agulha de cerca de 1 milimetro de espessura com ponta arredondada, que não corta, e sim afasta os tecidos.

O pós operatório depende também do porte e complexidade da cirurgia. De maneira geral, para os procedimentos mais simples são requeridos cerca de três dias de repouso, mas a alta pode ocorrer no mesmo dia ou no seguinte. Para as mais complexas o tempo pode chegar a quatro semanas.

O pós-operatório geralmente não é doloroso, e os cuidados e orientações médicas garantem a boa recuperação e a eliminação dos sinais.

Confira outras matérias como esta em Beleza e saúde.

Deixe um comentário