Insalubridade, quem tem direito

Insalubridade, quem tem direito – Com a conquista de consideráveis direitos trabalhistas, o profissional permanece relativamente protegido pela estabilidade. Um direito, por exemplo, a quem trabalha com alguma espécie de perigo à saúde, é o adicional de insalubridade, ou seja, acréscimo de até 40% do salário total na remuneração final.

Como cada atividade considerada insalubre possui um determinado grau de potencialidade nociva, o cálculo do adicional deve ser realizado nesse sentido de proporcionalidade entre tempo de exposição e intensidade de exposição. Da mesma forma, se não há exposição, mas sim qualquer necessidade de atividade danosa, isto é, qualquer ação que coloque a saúde física e/ou mental do profissional em risco. De fato, a avaliação do adicional sempre se baseia em casos particulares, requerendo acompanhamento especializado.

Dúvidas sobre o adicional de insalubridade

Para encontrar legislação concernente, documentos necessários para comprovação e orientações diversas sobre o assunto, clique aqui.

 

Leia também:

Categoria: Vida financeira


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*